segunda-feira, 5 de maio de 2008

"Que belo estranho dia pra se ter alegria"



Segunda-feira, volta de feriado. Eu tinha tudo pra estar inconsolável hoje. Mas estou curtindo “Que belo estranho dia pra se ter alegria”, novo CD de Roberta Sá, uma das melhores revelações da moderna MPB dos últimos tempos. Ouvir esse CD é sorrir do começo ao fim. Roberta foi uma bela surpresa pra mim. Ela vem fazendo sucesso já há um tempinho e me foi recomendada por um grande amigo do Rio de Janeiro, o André Franca. Fã número um da cantora, ele sempre se derreteu de amores por ela, elogiando a voz, a beleza e aquele “quê a mais” que fazem uma estrela brilhar mais do que as outras. E eu pude conhecer o trabalho quando fui ao show de aniversário do programa “Fim de expediente”, da rádio CBN, semanas atrás.
Artistas que tratam bem seus fãs já ganham pontos comigo. Todos eles precisam vender CDs, mas uns optam pela antipatia e outros pela receptividade, pela meiguice. Este é o caso de Roberta.
Solícita, tirou fotos com todo mundo, com um sorriso lindo. Numa elegância simples, foi abrir a boca e deixar todo mundo de boca aberta também. Que voz! Um deleite, afinadíssima. As músicas, de um tremendo bom gosto, ora puxando um pouco pro samba (“Girando na renda”), ora um pouco pra bossa-nova (“Mais alguém”- uma delícia), incluindo sons nordestinos, onde ela venera suas origens, são compostas por gente da melhor qualidade. Em algumas, participações ultra-especiais, como Lenine. Muito bom o CD. Aliás, a MPB tem sido pródiga em revelar mulheres, como a Roberta, a Paula Lima, de quem também sou fã, Vanessa da Mata, Céu etc. Nós brasileiras já temos fama mundial, pela beleza e pelo charme. Pela voz também, uau, era só o que faltava! Não perca esse “Que belo estranho dia pra se ter alegria”, de Roberta Sá. É daqueles que a gente não vê a hora de decorar todas as letras, só pra cantar junto. Se vc não for tão afinado quanto, tudo bem. Restrinja a cantoria ao chuveiro e ao carro, com os vidros fechados. Mas OUÇA!!

4 comentários:

Jornalista Azarado disse...

hehehehe.. dia extremamente apropriado para se postar um texto com o cd com esse nome..hehehe... Olha, fiquei curioso para saber do trabalho dela.. assim que eu tiver um tempinho, voi procurar algumas músicas dela na net... Curto MPB... é um som bem gostoso, batida simples, melódica.. é muito bom!

peciscas disse...

Também gostei do que ouvi.
Aliás, eu gosto muito de música brasileira e gosto sempre de descobrir novos intérpretes. Como é o caso.

Andre LF disse...

Amiga!!!Obrigado por falar osbre o amor da minha vida!!Ela merece este carinho que vc teve ao trazê-la para seu espaço...é uma artista que preza o que o Brasil tem de melhor!!Amo Roberta, e te agradeço pelo carinho!!
P.S.:bom, eu canto com os vidros fechados, rsrs...

Paula Calloni disse...

Eu tbém, canto com os vidros fechados. Mas beeeem alto...e batucando na direção, rsrsrsrs.

Por um olhar mais atento aos pequenos detalhes da vida