terça-feira, 24 de março de 2009

Brasil: um país de gordinhos?


Estou tentando perder peso. Nem estou muito acima, tenho o que se chama sobre-peso.
Mas como é duro, depois dos 40.
Some-se a isso, o preço dos alimentos light/diet. São bem mais caros.
A obesidade do povo brasileiro tem preocupado mais o Ministério da Saúde do que a desnutrição. As classes mais baixas têm tido mais acesso a alimentos ricos em gorduras e açúcares e há uma grande defasagem de educação nutricional. Além disso a vida corrida impede as pessoas de prepararem suas próprias refeições. Come-se muita coisa pronta, industrializada e cheia de conservantes. Minha nutricionista explicou que esses conservantes contém sódio, que incha o corpo e dificulta a eliminação de líquidos. Sódio também que entra na composição dos refrigerantes light e até nas águas aromatizadas.
Nas ruas, salas de espera, escolas, vejo cada vez mais gente comendo tranqueiras.
Fila de comida por quilo, então...é um festival de ignorância. As pessoas fazem cada mistureba, que me enjoa só de olhar. Como alguém consegue comer lasanha com arroz e feijão??
Vejam, eu adoro uma coxinha. Mas se eu como uma a cada dois meses é muito. Evito frituras. Mas vejo mães deixando seus filhos pequenos segurarem pacotes enormes de salgadinhos por aí, devorando-os, sem limite.
Na escola dos meus filhos, várias crianças levam dinheiro para comprar o lanche na cantina. Tem menino e menina tomando Coca-cola todo dia, com frituras, bolacha recheada e nada de frutas. A cada dia, mais crianças com problemas de colesterol. E vocês sabem muito bem o quanto sofre uma criança gordinha.
A obesidade tem pego ricos e pobres, sem dó nem piedade.
Falta educação alimentar e atividade física.
Além disso, ou as nutricionistas precisam rever suas tabelas de alimentação e banir a necessidade de consumirmos os light/diet, tão caros, ou o governo trata de diminuir a incidência de impostos sobre esses alimentos e aumenta os que incidem sobre comida não-saudável, como as bolachas recheadas e os salgadinhos nada nutritivos.
Resumo: fazem mal à saúde? IMPOSTO neles!!
E agora com licença, que eu vou pra academia.

2 comentários:

Paco Bailac disse...

Te dejo un saludo desde la ARMONIA del coaching.

Honor


pacobailacoach.blogspot.com

Carla disse...

O que acha desses salgadinhos maléficos a saúde serem vendidos com "brindes" dentro dos pacotinhos? A criançada come para ganhar um card, um bonequinho, uma figurinha...
O que acha da venda de kits em lanche de lanchonetes famosas que vêem brinquedinhos junto e fazem uma lavagem cerebral nas crianças para escolherem as batatas fritas e hambugueres ... deveriam oferecer tais brindes junto a um prato de feijão com arroz! ou junto de uma bela saladinha de brócolis! É isso aí Paula impostos neles! rss
Carla.

Por um olhar mais atento aos pequenos detalhes da vida