quarta-feira, 22 de abril de 2009

Shows gratuitos e a responsabilidade social

Bom, todo mundo sabe que o show do Andrea Bocelli em São Paulo foi gratuito.
Me pergunto por que a prefeitura da cidade e o governo do Estado, diante de um espetáculo desta magnitude, perdem a oportunidade de tornar a entrada, ainda que gratuita, imbuída de alguma causa, seja em prol da ecologia, ou de assistência a ONGS, tantas são as que precisam de ajuda.
OK, o parque do Ipiranga é nosso. Pertence a todos nós que moramos em São Paulo.
Mas o privilégio de uma atração como essa, gratuita...merecia um "pagamento". Por exemplo, Bocelli é cego. Então por que não se entrou em parceria com o Instituto Dorina Nowill ( a respeito, clique AQUI) por exemplo, que cuida da educação e profissionalização dos deficientes visuais?
Só se valoriza aquilo pelo o que se paga. Ainda que paguemos impostos e tenhamos direito ao lazer e à cultura, um evento como este precisa ser veículo para a divulgação de trabalhos sérios prestados à comunidade.

Nenhum comentário:

Por um olhar mais atento aos pequenos detalhes da vida