quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Uma visão imperdível de Sampa


As férias escolares estão no fim, o litoral paulista vive uma epidemia de diarréia e vômito, então, o jeito foi ficar com meus filhos em São Paulo mesmo. E haja criativade pra descolar programas bacanas.
Embora a cidade ofereça várias opções, é difícil escapar da dupla shopping/cinema.
Acostumados aos roteiros de museus e exposições, ontem meus filhos não pensaram duas vezes em dar uma volta pelo centro histórico de São Paulo.
Ficamos surpresos com a limpeza e com a pouca quantidade de camelôs entupindo os calçadões.
Os edifícios antigos revelam uma riqueza arquitetônica belíssima, a ponto de a gente ter que andar olhando pra cima praticamente o tempo todo.
Passamos pelo Pátio do Colégio. Entramos na igreja do Mosteiro São Bento, que é linda, embora seja o tipo de turismo silencioso, em respeito aos que estavam orando, contritos.
Terminamos com uma subida à torre do antigo prédio do Banespa, adquirido pelo banco Santander. Você já deve ter visto o prédio branco, com a bandeira do estado de São Paulo tremulando no topo. Inaugurado em 1947, possui um mirante de onde se vê São Paulo a 360 graus. É de cair o queixo! E olha que se cair mesmo, o tombo é grande: são 161 metros de altura.
A gente tem que subir os 35 andares em dois elevadores e mais 2 lances de escada. Na última, em caracol, já dá pra sentir o vento assobiando e um calafrio que quase acaba com a coragem. Há uma pequena espera, porque o mirante só comporta cerca de 20 pessoas por vez. Lá no alto, a timidez se dissipa e todos acabam trocando informações sobre os prédios, museus, igrejas, apontando e tentando descobrir onde está cada atração: "Olha lá o Mercado Municipal e o São Vito...ah, alí o Palácio das Indústrias!" e por aí vai.
A única coisa chata é o pouco tempo disponível para o deslumbre: apenas 5 minutos.
Ah...é muito pouco! Mas como é de graça, nada impede que você entre na fila outra vez. Vale a pena.

Edifício Altino Arantes
Rua João Brícola, 24 - tel: 3249-7466
Segunda a sexta, das 10 às 17 horas - Entrada franca

Um comentário:

Ballakobako Artes disse...

Com toda certeza é imperdível mesmo essa vista do alto do Santander...maravilhosa e emocionante!!!!!!!

Por um olhar mais atento aos pequenos detalhes da vida