domingo, 14 de março de 2010

Cidade das Abelhas: só para crianças beeem pequenas.


Silêncio: abelhas trabalhando


Eu não sei em quais critérios alguns grandes guias de lazer se baseiam para suas dicas à população.
A Casa das Abelhas sempre está lá, em algum deles. Trata-se de um parque na cidade de Embu, São Paulo, que se propõe a ensinar tudo sobre abelhas. Interessante, não? Será?
Fui com minha família no último domingo. Que barca furada...
A área do parque é muito bonita. O estacionamento é gratuito. Na lanchonete, 2 ou 3 tipos de salgados e um cachorro-quente insosso, além da cerveja com mel de São José do Rio Preto.
Na entrada para o lazer e a parte didática propriamente ditos, o susto: 15 reais por cabeça. Meu marido olhou pra mim e questionou se valeria a pena, pois à primeira vista parecia haver lazer apenas para crianças pequenas - eu tenho um filho de 13 e uma filha de 11. "Já estamos aqui, vamos conhecer".
Ah se arrependimento matasse...Uma sala repleta de painéis, textos e fotos que eu poderia ter visto na internet. Uma abelha gigante onde meu marido batia a cabeça no teto, abafada e sem o menor atrativo para maiores de 3 anos. Escorregadores, idem.
Uma pequena tirolesa que a mim parecia a mais interessante. Em manutenção.
Uma bela trilha, atrás, mas que você encontra em qualquer parque público da cidade.
Por fim, a mais bonitinha atração, se é que pode chamar assim, com algumas colméias cheias de abelha produzindo mel, para ser avistada à distância - claro, não sou nem doida - e a simpática placa "Silêncio: abelhas trabalhando".
Pelo visto, são as que mais trabalham no parque. Não havia um monitor sequer. Nenhum vídeo interessante. Nenhuma interatividade.
Talvez a visita seja mais adequada para escolas, pois aí sim há monitoria. Pelo menos é que parece, vendo o site, que também tem belas fotos.
Para você, que tem crianças maiores do que 5 anos, melhor buscar outra forma de lazer e gratuita, como há tantas. Porque 60 reais pra isso, amigos, é dinheiro jogado fora.

Cidade das Abelhas - www.cidadedasabelhas.com.br

Nenhum comentário:

Por um olhar mais atento aos pequenos detalhes da vida