sexta-feira, 29 de junho de 2012

Vivas ao querido Concierge, porque hoje é seu dia!





 - Nada melhor para homenagear o “Dia do Concierge”, comemorado hoje, do que contando a história de dois profissionais exemplares do setor: Vitor Santos  e Felipe Azevedo, do Sheraton WTC São Paulo.

Vítor Santos, de Salvador – BA,  formou-se em Química e até hoje guarda as fórmulas do Propilenoglycol na cabeça. Um gênio. O destino o levou ao trabalho em cruzeiros turísticos e daí nasceu sua paixão por viagens e conhecimento de culturas diferentes. “Foram 13 países, entre Itália, França, Turquia. Experiências apaixonantes, que me fizeram aprender sobre modos de vida diferentes e hoje só acrescentam ao meu trabalho.” De volta ao país, decidiu cursar Relações Internacionais. O Itamaraty faz parte de seus planos...no verdadeiro espírito do profissional que o mercado de Conciergerie espera; um indivíduo que não veja limites no seu aprimoramento cultural, profissional, de forma bem abrangente. Vítor quer mais...muito mais.
O menino Felipe Azevedo, também do Lounge Level, do Sheraton WTC – São Paulo,  não fica atrás.
Este é Felipe Azevedo, ao lado de Aline Passucci.


Com Vítor Santos, do Sheraton WTC - São Paulo

Sim, menino...Felipe tem vinte e poucos anos, mas muita ambição pela frente. Filho de um engenheiro da Scania, forçado, pelo trabalho, a se deslocar do país várias vezes, Felipe se viu na Suécia ainda pequeno, onde aprendeu quatro idiomas. “Fui com 9, 10 anos...em pouco tempo, aprendi a me deslocar de trem e organizar roteiros com os amigos. Percebi que tinha jeito pra coisa...turismo por trem, os melhores lugares pra visitar, as rotas conveniências individuais e em grupo...ter feeling ; pensei: poxa, sou bom nisso!” – Na volta, não deu outra...Felipe foi de encontro ao mundo da hotelaria e hoje, é um Concierge de primeira.
Querendo subir...alcançar um nível acima, primeiro de seu próprio desenvolvimento, técnico, cultural e pessoal, daí para a excelência, delicadeza  e perspicácia com os hóspedes, foi mera consequência.
Ser mais, além, do que você se acha capaz de ser. Não esperar nada em troca. Servir com excelência, na consciência pessoal de estar  indo um grau adiante,  do que a maioria...e sendo feliz, profissional e pessoalmente  por isso.
Eis a verdadeira arte da pura Conciergerie. Parabéns, Concierges! Nem sempre o agradecimento dos seus clientes será explícito...mas isto não abala vocês. Nunca. Pela simples busca da Arte DO BEM SERVIR.


 

Nenhum comentário:

Por um olhar mais atento aos pequenos detalhes da vida